Posts com Tag ‘educação’


“I’m very proud to have a good education, I’m twenty-two years old and has learned to write my name. Mum will be proud when you know that I passed the exam, I still do not know contained a share, or know to serve as square root, do not like to read, this is a waste of time, to know geography? All you have to learn, you see even in the novels. “

 

Bem…, sábido leitor, se você não consegue ler o pequeno texto acima de minha autoria, isso significa que você não aprendeu Inglês na escola, provavelmente você estudou ou estuda em uma escola pública e já deve ter notado que na escola você não vai aprender nunca! Mas se por acaso, transeunte leitor, você consegue ler o texto, é sinal que: ou você estudou ou estuda em uma escola particular muito boa, fez um curso de Inglês (e você é um dos poucos que aprenderam alguma coisa) ou, ainda que seja pouco provável, você se esforçou pra karamba e estudou por se só até aprender essa droga de idioma. Mas se você, inespetuoso leitor, leu o texto em Inglês e viu algum erro de ortografia ou achou o texto sem sentido, pois saiba que a culpa não é minha e sim do Google tradutor, pois a minha pessoa como a grande maioria do Brasil, estudou em uma escola pública e não aprendeu nada de futuro e saiu totalmente despreparado para o mercado de trabalho, também como uma boa parte do nosso rico Brasil, eu sou pobre, e não tenho grana disponível para bancar um curso de inglês (pelo menos até o presente momento).

A minha situação e a de muita gente é o reflexo do nosso sistema de educação. Muito se fala em economia e empregos, que o governo deve gerar empregos e mais empregos, custe o que custar, mas no Brasil não falta emprego, falta é gente qualificada, veja por exemplo, Em 2008 o investimento público em educação foi de 4,7% em relação ao PIB, mas o recomendado pelo UNICEF é que fosse no mínimo de 8% (oglobo). Isso porque NÓS SOMOS BURRROS! Existe um ciclo vicioso nisso tudo, veja como funciona:

O aluno mal formado sai da escola, mal qualificado, consegue um emprego (se tiver sorte) de baixa remuneração, que o impedirá que coloque seu filho em uma escola melhor, formando outro adulto mal qualificado, sem qualquer noção política e que vai votar no corrupto que fizer a propaganda mais cara e falar mais mal de seus adversários.

O mundo está cheio de gente inútil (death note), e se você se sente familiarizado com esse quadro, você não deve ser o único. Afinal pense bem, não deve ser do interesse dos nossos atuais políticos, terem eleitores que pensem e que se preocupem com os efeitos que um corrupto traz a um país, pois a fome só existe porque existe corrupção, o desemprego só existe corrupção, a miséria só existe por que existe corrupção (Gabriel pensador). Mas será que não há solução para esse quadro negro (sem querer ser preconceituoso)? Sim, é claro, para quase todos problemas, existe uma solução. A solução é simples, é só da educação ao povo que o resto se ajeita por conseqüência. Um povo bem educado tem menos problemas de saúde, pois sabe prevenir-se melhor, tem menos pobreza ou não tem, pois sabem como administrar melhor os seus recursos, tem melhor renda pois estão preparados para o novo mundo de cada dia, e etc. A lista é extensa, mas você já deve ter entendido a idéia. Mas então por quê não fazemos com que isso mude? Por que nós somos preguiçosos, a grande maioria das pessoas facilmente se acomoda e se conforma com o que tem, não tem esperança que as coisas podem melhorar, não tem coragem para isso, enfim, o Brasil tem um material humano de baixíssima qualidade, por que somos corruptos, isso mesmo, o povo é corrupto (João Ubaldo Ribeiro) e enquanto nós mesmos não mudarmos de índole, todo o esforço que por ventura venha a vir de cima não dará em nada.

 

Para ter uma idéia melhor do estado atual da educação no Brasil, veja esses dados:

Em 2008 o investimento público em educação foi de 4,7% em relação ao PIB, mas o recomendado é que fosse no mínimo de 8%.

O nordeste tem os piores percentuais de analfabetismo do país com 20% de analfabetos, dos quais 14,1% são negros (Instituto de Pesquisa Aplicada).

A situação do transporte escolar rural na maioria das cidades do Brasil é Lastimável, com uma frota de idade média de 16 anos (FNDE).

A qualidade da educação brasileira é baixa, com elevados níveis de repetência (18,7%) e de evasão (13,8%), comparado ao resto da America Latina (UNESCO).

 

 

 

PS: Deixe de ser preguiçoso e traduza o texto do inicio no Google tradutor (ou outra ferramenta de sua escolha).

 

Gostou? Não? Comente e ajude a melhorar o kabruncus
Inscreva seu e-mail e receba notificações de novos posts

 

 

Referencias

<oglobo.globo.com>

< www1.folha.uol.com.br>

<brasilatual.com.br>

<www.estadão.com.br>

Anúncios